Energia solar em Maringá: como fica a geração de energia em dias chuvosos e nublados?

Se você está pensando em instalar um sistema de energia solar em sua residência ou estabelecimento comercial, já deve ter se perguntado sobre como fica a geração de energia solar em dias chuvosos e nublados. 

Por isso, vamos te ajudar a entender melhor sobre a geração de energia solar em dias de chuva e nublados, respondendo as principais perguntas relacionadas ao tema. Assim, você ficará bem informado sobre como garantir o funcionamento de seu sistema de energia solar em Maringá, até mesmo naqueles dias em que o sol insiste em se esconder. Confira! 

 

Como funciona o processo de geração de energia solar?

Para começar, é necessário que você entenda como a energia solar é produzida.

Pois bem, o elemento principal desse sistema é o módulo fotovoltaico, popularmente chamado de painel solar. Eles são os responsáveis por captar a luz solar e convertê-la em energia elétrica que, por sua vez, é  transferida para o inversor. 

É o inversor que transforma a energia vinda dos painéis, do tipo contínua, em corrente alternada, ou seja, em energia convencional, utilizada nas tomadas das residências, por exemplo.

 

Como funciona a energia solar em dias de chuva?

Como você já pode imaginar, a produção de energia solar em dias chuvosos ocorre em menor quantidade. Isso acontece porque os painéis solares necessitam da incidência solar direta, logo, em dias de chuva, a geração de energia solar sofre uma redução.

No entanto, a diminuição na geração de energia não significa que seu sistema fotovoltaico não irá funcionar. Mesmo com a baixa luminosidade dos períodos chuvosos, seu sistema irá funcionar de modo mais lento, mas ainda favorável.

No mais, é bom destacar que a chuva contribui para a limpeza dos painéis solares, eliminando toda a poeira e sujeira que possam prejudicar seu funcionamento.  

 

A energia solar funciona em dias nublados?

Assim como nos dias de chuva, em dias nublados também há uma baixa na produção de energia solar, já que a formação de nuvens torna a incidência solar nos painéis difusa.

Porém, existem painéis solares que são capazes de aproveitar a incidência solar mesmo com a difusão causada por nuvens.

 

Por que a eficiência da energia solar diminui em dias de chuva e nublados?

Como já mencionado acima, a produção de energia solar em períodos chuvosos ou nublados não deixa de existir. Ela apenas sofre uma redução por causa da maior concentração de nuvens que pode prejudicar o desempenho de irradiação.

No entanto, é possível suprir a demanda através de cálculos realizados por empresas a fim de equilibrar as taxas para o maior desempenho dos painéis solares. Ou seja, é  importante que o sistema tenha um dimensionamento adequado, considerando as variações de luz durante o ano.

 

O que é o dimensionamento do sistema de energia solar?

Falamos acima que é importante fazer o dimensionamento correto do sistema e agora vamos explicar o que isso significa.

Pois bem, ao projetar o sistema deve-se levar em conta que, no decorrer do ano, há períodos de chuva e de baixa incidência solar, assim como há tempos em que o sol é mais forte. Então, nos momentos de sol intenso é necessário que o aproveitamento seja ainda maior, a fim de compensar a redução da geração nas estações chuvosas.

Em outras palavras, o sistema fotovoltaico precisa ser calculado para gerar energia suficiente para todo o ano, considerando as variações de chuva e sol. O sistema deve ter uma capacidade maior para que a produção, durante os meses de sol forte, seja capaz de acumular créditos que poderão ser utilizados nos períodos de baixa produção.

 

É possível armazenar energia para utilizar em períodos de baixa incidência solar?

Quando se pensa em energia solar fotovoltaica, existem dois principais sistemas: o on-grid e o off-grid. 

No modelo on-grid, o sistema de geração está conectado à rede elétrica da companhia e não são utilizadas as baterias para o armazenamento da energia. Já o modelo off-grid é independente da rede elétrica externa e assim, toda a energia produzida é armazenada em baterias.

Dessa forma, é possível armazenar a energia produzida em um sistema off-grid, já que ele dispõe de baterias. 

No entanto, atualmente, o tipo mais utilizado é o on-grid. Nele, uma parte da energia produzida é consumida instantaneamente enquanto é demandada e a outra parte, por se produzir mais energia do que se consome, é acumulada em forma de créditos e enviada para a concessionária de energia.

O acúmulo de créditos compensa os dias nublados ou de chuva, esses créditos são utilizados quando o consumo é maior que a geração. 

Vale lembrar que esses créditos podem ser enviados para várias outras unidades consumidoras, como outra casa, empresa, etc – desde que os outros locais estejam no mesmo CPF ou CNPJ. Você pode gerar energia somente em um local e utilizar em vários outros.

Portanto, a geração de energia solar em dias de chuva e nublados também contribui para a economia da conta de luz. 

E para saber mais sobre os créditos de energia elétrica, vale a pena conferir o artigo A Regulamentação dos Créditos de Energia Solar.

 

Energia solar em Maringá? Conte com a Bravo Energia!

Agora que você já sabe como funciona um sistema de energia solar com chuva ou em dias nublados, chegou a hora de conhecer a Bravo Energia.

Nossa equipe, formada por profissionais experientes e capacitados, desde 2014 já instalou mais de 400 projetos. Assim, se você busca uma empresa sólida, de qualidade e com um valor justo, está no lugar certo.

Gostou? Agora que você já sabe um pouco mais sobre  a energia solar em Maringá,  converse com um dos nossos especialistas para esclarecer todas as suas dúvidas e, claro, faça uma simulação para descobrir o quanto poderá economizar com a energia solar. Clique AQUI e simule! Teremos prazer em atendê-lo!

 

Bravo Energia
Bravo Energia
A Bravo Energia ajuda empresas e famílias a se tornarem mais sustentáveis financeira e ecologicamente, reduzindo custos e aumentando a eficiência através de soluções de energia solar.

Dúvidas sobre quanto vai custar o seu sistema de energia solar?

Clique aqui e calcule agora